Patrocínios

Mensagem Jorge Ferraz, Diretor-geral da McDonald’s® Portugal


O ano de 2016 ficou marcado pelo regresso dos grandes incêndios, em Portugal. Incêndios, que até outubro desse ano, destruíram mais de 150 mil hectares no Continente, e a maior área ardida nos últimos dez anos, de acordo com o relatório do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. O país foi inundado pelas imagens da destruição do fogo no Funchal que danificou muitos edifícios e deixou centenas de pessoas desalojadas.
Uma tragédia que poderia ter tido um desfecho ainda mais triste se não fosse a coragem dos milhares de bombeiros e voluntários que, todos os dias, estiveram no terreno a ajudar a combater os fogos. Os nossos heróis da paz. Ninguém ficou indiferente, muitos foram os portugueses anónimos e as empresas que se mobilizaram e arregaçaram as mangas, reforçando bem o lado solidário do povo português. Todos queriam ajudar, de alguma forma, juntando-se à linha de combate aos fogos ou através da oferta de refeições ou água. Numa altura em que todas as ajudas são bemvindas…
Na McDonald’s, como empresa socialmente responsável, não podíamos ficar de braços cruzados. Sentimos que era o nosso dever ajudar. Fazemos parte das comunidades que integramos e a nossa política de boa vizinhança envolve iniciativas que suportam o desenvolvimento e melhoria da comunidade em que cada restaurante está inserido. Seguimos, por isso, o lema do nosso fundador Ray Kroc de “retribuir à comunidade parte daquilo que ela nos dá”.
Estamos presentes em 16 distritos e nas ilhas, com 152 restaurantes. Por isso, conseguimos apoiar e ajudar localmente e, no final do dia, fazer a diferença para os bombeiros e pessoas que, com coragem, combatem contra a crueldade e a devastação causada pelos fogos.
Foram vários os restaurantes McDonald’s que, em Portugal Continental e nos arquipélagos dos Açores e da Madeira, se mobilizaram para ajudar, oferecendo aos bombeiros e voluntários refeições nos restaurantes ou através da distribuição de garrafas de água, leite ou fruta. Foi uma maneira de ajudarmos a atenuar os danos desta adversidade e de agradecermos a estes heróis que arriscam, diariamente, as suas vidas.
Infelizmente, não é apenas o fogo que os bombeiros têm de enfrentar. Recordo, como se fosse hoje, os dias difíceis que se viveram na ilha da Madeira no ano de 2010, quando a força das águas devastou a ilha e a sua população. Os restaurantes McDonald’s mobilizaram-se e apoiaram todas as entidades envolvidas na recuperação da ilha. Uma vez que muitas das infraestruturas da cidade do Funchal não se encontravam operacionais, o apoio dos restaurantes McDonald’s da ilha da Madeira – através da oferta de mais de 2.600 refeições às entidades locais, associações e voluntários – foi importante no processo de recuperação destes momentos difíceis.
A McDonald’s Portugal acredita que a responsabilidade social é uma parte integrante da sua missão enquanto empresa. Acreditamos que cada restaurante McDonald’s deve, sempre que possível, contribuir para o desenvolvimento da comunidade onde se insere, apoiando diversas iniciativas locais. Acreditamos que o nosso papel deve ser o de um “Bom Vizinho”, aquele que está perto e com o qual poderemos sempre contar.

Jorge Ferraz, Diretor Geral da McDonald’s® Portugal
22 de maio de 2017